O que fazer quando o fiador do FIES não tem Renda suficiente?

O que fazer quando o fiador do FIES não tem Renda suficiente?

A renda do fiador é avaliada automaticamente no Aditamento semestral do contrato FIES, em função do novo valor da mensalidade informado pela Universidade para aquele semestre. Se o valor da renda cadastrada no semestre anterior for inferior a 02 (duas) vezes o valor da mensalidade do semestre atual, esse fiador deverá comprovar mais renda mensal.
Ex: Quando o estudante assinou o contrato, sua mensalidade era R$ 400,00 e o fiador apresentou uma renda de R$ 800,00. Agora, nesse semestre, se sua mensalidade for R$ 600,00, esse fiador precisará apresentar comprovantes de renda de R$ 1.200,00 para poder continuar a ser fiador.
Nesse caso, você deve verificar se seu fiador possui mais alguma renda complementar ou teve aumento de remuneração.
Geralmente quando pedimos a um fiador que comprove renda de R$ 800,00 ele apresentará o comprovante de renda que seja suficiente para o valor solicitado. Assim, ele mantêm sua discrição quanto ao valor que realmente ganha mensalmente.
Se ele possuir dois contracheques, por exemplo, bastará ele comprovar perante a agência que sua renda é igual ou maior que os R$ 1.200,00.
Agora, se de acordo com o exemplo acima, ele somente possuí uma renda de apenas R$ 900,00, você deverá conseguir um Fiador Adicional que ganhe pelo menos R$ 300,00 para fechar uma fiança de R$ 1.200,00.
Assim, seu contrato ficará com:
- Um fiador com renda mensal de R$ 900,00;
- Um fiador adicional com renda mensal de R$ 300,00.
- Fiança total do contrato de R$ 1.200,00 mensais, que será igual a 2 (duas) vezes o valor da mensalidade.
No caso do fiador ter que comprovar a renda em um determinado mês do semestre e esteja desempregado, você deverá providenciar a Troca de Fiador.
Atenção! A FACIPLAC não aderiu ao Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo.

 

Voltar

faciplac 25 anos

banner oportunidades